"Sem reflexão não há evolução."

Jairo Alves

@jairobigbrain

jairo2k@gmail.com

Sugerindo uma nova ciência

11/02/2014 21:35

A intenção deste texto é mostrar uma lacuna que precisa de uma nova ciência para evitar o aparecimento e a continuidade de crenças que sejam nocivas para o nosso desenvolvimento técnico e humanístico. Em outras palavras há uma ocasião que possibilita o aparecimento, a existência e a proliferação das nossas crenças e de todo mal que as acompanha. Evidentemente, algumas destas crenças estão nas bases das religiões.

 

A melhor maneira de mostrar esta lacuna é conceituando o que são as ciências. As ciências são procedimentos formais para identificar as leis da natureza, pois todos os fenômenos naturais dependem delas. Estas identificações são realizadas testando possibilidades que geralmente são chamadas de hipóteses. Cada ciência abrange uma área específica da natureza. Exemplo: a física, a química ou a biológica.

 

As ciências são interdependentes, pois tudo na natureza é complementar. Isso possibilita concluir que as leis naturais são instruções operacionais de um mecanismo sofisticadíssimo ao qual chamamos de natureza. A lacuna carecendo de ocupação científica precede as ciências, pois ela precisa responder perguntas, tais como:  Quem criou as leis naturais? Como elas são elaboradas? De que elas são constituídas? Por que elas conseguem suportar a realidade natural? Por que elas possibilitam às ciências estudarem a natureza segmentadamente? Estas perguntas se situam em uma nova área de conhecimento que poderia ser chamada de “Naturalogia”, pois a sua finalidade é estudar a lógica da natureza holisticamente.

 

Seria uma enorme incoerência preencher a lacuna da qual tratamos com respostas ilógicas, pois são as leis naturais que suportam toda a lógica da natureza. Entretanto, até agora tem acontecido exatamente o contrário. Isso tem sido nefasto para humanidade, pois ela se divide em grupos que são capazes de lutarem até a morte para defenderem as suas crenças. Em suma, o comportamento do ser humano é influenciado ou dirigido por informações que ainda constituem um grande mistério. Em outras palavras, a lacuna em evidência não deve ser menosprezada, pois a ocasião que ela propicia tem uma importância gigantesca para a formação da nossa opinião.

 

Em suma, a instituição da naturalogia é imprescindível para caminharmos na direção da evolução e da paz. Obviamente, a paz não virá à curto prazo, pois mentalidades não mudam do dia para a noite. Entretanto, toda caminhada requer um primeiro passo para começar. Para participar desta jornada sugiro conhecer a Teoria do Big Brain, pois ela apresenta uma visão 100% lógica do mundo que foi inteiramente concebida em torno de um embrião da Naturalogia."