"Sem reflexão não há evolução."

Jairo Alves

@jairobigbrain

jairo2k@gmail.com

Sobrenatural, mito ou fato?

11/02/2014 21:35

Muitos fenômenos têm as suas causas atribuídas ao sobrenatural por serem desconhecidas, mas poucas pessoas sabem conceituar com precisão o que seria o “sobrenatural”. Admitir a existência de fenômenos sobrenaturais é o mesmo que admitir que a mágica, a feitiçaria e a bruxaria existem e que elas compartilham a geração da realidade com a lógica da natureza.

 

Acreditar que o sobrenatural existe é uma evidência do estágio de desenvolvimento em que uma cultura se encontra, pois a história mostra que quanto mais primitiva é a cultura, mais místicos são os seus membros. Os fatos também mostram que as divindades e os demônios mudam com o passar do tempo, mas a incoerência continua a mesma. Em outras palavras, a humanidade continua dizendo e acreditando em besteiras tal como faziam os trogloditas.

 

Os motivos que levam a acreditar no sobrenatural, em divindades e demônios são muitos e variam de pessoa para pessoa. Os principais são a ignorância, o medo, a necessidade e os interesses. Eles podem deixar a pessoa em um estado que dificulta a percepção da realidade e que propicia a aceitação de incoerências.

 

A crença no sobrenatural pode ser uma vantagem, pois ela pode evitar a insegurança e o sofrimento que o desconhecido e a incerteza provocam em algumas pessoas. A principal desvantagem da crença no sobrenatural é tornar as pessoas vulneráveis aos oportunistas, pois muitas delas podem ser facilmente manipuladas através de promessas ou ameaças que são atribuídas as divindades ou demônios.

 

O culto ao sobrenatural cria uma barreira à percepção da realidade, pois as pessoas tendem a rejeitar outras possibilidades causais para os fenômenos cujas origens ainda são desconhecidas. Em outras palavras, o condicionamento cultural pode atrapalhar o próprio desenvolvimento cultural.

 

A existência de fenômenos sobrenaturais não se sustenta logicamente, pois a palavra “sobrenatural” é utilizada para referenciar qualquer fenômeno que pareça estar além do natural. Entretanto, essa possibilidade simplesmente inexiste, pois até prova em contrário, todos os fenômenos sem exceção alguma são causados pela natureza. Em outras palavras, até os fenômenos ditos sobrenaturais devem as suas existências as leis da natureza. Em suma, alguns fenômenos são chamados de sobrenaturais devido a nossa incompetência em compreendê-los. Convém lembrar que as ciências já provaram a naturalidade de alguns fenômenos que outrora eram considerados sobrenaturais.

 

A divergência sobre a existência do sobrenatural é muito antiga e grande, mesmo a razão apontando a contradição acima. Os defensores do sobrenatural simplesmente dizem que as leis da natureza não se aplicam a alguns fenômenos. Os descrentes acham que sobrenatural somente é viável na nossa imaginação, pois apenas ela pode conceber coisas que não estão sujeitas as leis da natureza. A única maneira de assumir uma posição segura frente a esse impasse é demonstrando que absolutamente tudo é natural. Esta possibilidade já existe, para saber mais a respeito dela, leia o artigo: Sugerindo uma nova ciência”.