"Sem reflexão não há evolução."

Jairo Alves

@jairobigbrain

jairo2k@gmail.com

O pior equívoco da humanidade

11/02/2014 21:18

O pior equívoco da humanidade é acreditar que a matéria e o espírito são entidades distintas. Esta crença é responsável por conflitos que geram desde simples desavenças até guerras intermináveis. Esses conflitos podem envolver apenas a defesa de pontos de vista ou interesses corporativos muito lucrativos.

 

A crença de que a matéria e o espírito são entidades distintas resulta da incapacidade das pessoas identificarem o que é o espírito. Esta incapacidade não é apenas das pessoas, pois as ciências lidam muito bem com a matéria, mas não conseguem fazer o mesmo com o espírito. Entretanto, isso não é razão para dizer que o espírito não existe ou não pode ser identificado.

 

A incapacidade de entender e explicar o espírito logicamente leva as pessoas a crerem que ele e a matéria pertencem a mundos ou dimensões distintas. Elas imaginam que os espíritos habitam mundos que nós não podemos entender. Esta idéia é muito utilizada pelas corporações religiosas para embasar estórias que servem aos seus propósitos. Em outras palavras, a separação da matéria e do espírito possibilita o aparecimento de explicações sobrenaturais. O termo sobrenatural é utilizado para indicar eventos que desrespeitam as leis da natureza. Este desrespeito constitui um desserviço a compreensão holística da natureza, pois evento algum consegue realizar esta proeza.

 

A transgressão das leis da natureza gera problemas, tais como: atrapalhar aos desenvolvimentos intelectual, humanístico e propiciar a ação de aproveitadores da boa fé alheia.Em outras palavras, o desrespeito as leis naturais propicia o aparecimento de crenças que já demonstraram serem nocivas ao ser humano. Este desrespeito é a causa da humanidade rejeitar a lógica e acreditar em entidades mágicas.

 

Há uma maneira lógica e bem simples de demonstrar que a separação da matéria e do espírito não faz sentido algum. Ela se baseia no seguinte fato: “na natureza tudo se transforma”.Este fato é uma evidência de que todas as coisas são eventos, inclusive o espírito, pois até ele faz parte da natureza. Em outras palavras, não há razão alguma para pensar que o espírito habita outro mundo ou dimensão, pois ele é da mesma categoria existencial que a matéria. Quem alegar o contrário tem a obrigação de provar que esta dimensão ou mundo desconhecido realmente existe.

 

A conclusão de que todas as coisas são eventos torna muito mais difícil perceber que é o espírito. Esta tarefa somente pode realizada mediante muito estudo e por pessoas que sejam especialistas sistemas, pois mecanismo algum é tão sofisticado quanto a natureza. Em outras palavras, fuja das explicações simplistas, pois elas estão totalmente equivocadas e podem servir a objetivos maléficos.

 

Este tema é muito complexo, porém já existe uma visão lógica do espírito, que não pretende tirar proveito algum da boa fé de ninguém.Ela está minuciosamente descrita na Teoria do Big Brain e serviu como base para este artigo. Conhecer a Teoria do Big Brain é o melhor caminho para evitar que a segregação da matéria e do espírito continue sendo o pior equívoco da humanidade.