"Sem reflexão não há evolução."

Jairo Alves

@jairobigbrain

jairo2k@gmail.com

Dissecando o universo

11/02/2014 21:08

 

“Dissecar” significa cortar, retalhar, separar ou desmontar algo para analisá-lo minuciosamente. A expressão “engenharia reversa” tem significado equivalente a “dissecar”, pois aplicá-la é desmontar algo para descobrir como se faz. O universo não pode ser dissecado nem desmontado. Entretanto, nada impede que a imaginação seja utilizada para este fim. Este exercício pode levar a conclusões muito interessantes desde que seja realizado coerentemente. 

            

A dissecação do universo será realizada nas seguintes etapas: primeiramente, desmontaremos seus componentes biológicos; depois, desmontaremos os componentes macrocósmicos; por último, desmontaremos os componentes microcósmicos.

 

Etapa biológica: imagine que ocorreu um fenômeno que extinguiu a vida em todos os lugares do universo, não sobrou nada da flora nem da fauna, inclusive os organismos unicelulares. Pergunta: o que sobrou? Sobraram os corpos macrocósmicos e as substâncias que os compõem.

 

Etapa macroscósmica: imagine que ocorreu um segundo fenômeno que destruiu todos os corposmacrocósmicos do universo. O universo inteiro se tornou uma espécie de nuvem de poeira totalmente desestruturada. Pergunta: o que é esta poeira? Esta poeira se compõe dos elementos químicos, aqueles da tabela periódica.

 

Etapa microscósmica: imagine que ocorreu um terceiro fenômeno que destruiu todos os corposmicrocósmicos do universo. Em outras palavras, este terceiro fenômeno desmaterializou todos os corpos microcósmicos do universo. Pergunta: o que sobrou? Sobrou a essência do universo.

 

A essência do universo tem que ser algo imaterial, mas que possua a capacidade de se materializar e criar todas as coisas microcósmicas e macrocósmicas, inclusive todos os seres biológicos do universo. Em outras palavras, ela precisa ter vontade própria, pois a inteligência, o livre-arbítrio, a sensibilidade e a consciência são indispensáveis para a realização desta tarefa.

 

A suposição de que todas as coisas do universo são criadas e suportadas por “algo” que tem vontade própria deve atordoar aos cientistas e aos céticos. Entretanto, esta área de estudos ainda não é de competência de ciência ou religião alguma. A melhor maneira de demonstrar a exatidão deste texto é explicando passo a passo como algo pode se materializar e construir todas as coisas do universo, inclusive as vivas. Esta tarefa pode parecer impossível, mas isso já foi feito e está minuciosamente descrito na Teoria do Big Brain. Para saber mais sobre esta visão inusitada do universo leia também “Uma visão surpreendente do universo”.